Integrantes da comitiva do governador Raimundo Colombo vistoriaram a SC-438 ontem.
Integrantes da comitiva do governador Raimundo Colombo vistoriaram a SC-438 ontem.

Karen Novochadlo
Tubarão

A ordem de serviço para as obras emergenciais de recuperação da SC-438, no trecho de Tubarão a Gravatal, será assinada em até duas semanas. Pelo menos é o que garantiu o secretário de infraestrutura do estado, Valdir Cobalchini, ontem, durante a visita da comitiva do governador à região de Tubarão.

Cobalchini ainda prometeu que até o fim deste ano será lançado um edital, para elaboração de projeto para uma completa revitalização da pista. O secretário e o presidente do Departamento Estadual de Infraestrutura (Deinfra), Paulo Meller, percorreram o trecho ontem de manhã. Encontraram os buracos e crateras que infernizam a vida dos motoristas. “Nossa principal atividade é o turismo. Dependemos desta rodovia. Chegam a passar cinco mil carros por dia”, reforça o prefeito de Gravatal, Rudinei Carlos do Amaral Fernandes (PMDB), o Nei.

A operação tapa-buracos começou a ser licitada no dia 14 de outubro. Em 9 de novembro, foi divulgado o resultado. A vencedora foi a empresa Coenco Engenharia e Construções, de Criciúma, que terá até 240 dias para iniciar e finalizar os trabalhos. Além da recuperação do pavimento da SC-438, o edital prevê sinalização horizontal.

Mais reivindicações
O prefeito de Gravatal, Rudinei Carlos do Amaral Fernandes (PMDB), o Nei, não perdeu tempo e entregou uma lista de reivindicações ao secretário de infraestrutura do estado, Valdir Cobalchini, ontem, durante a visita do comitiva do governo. Em caráter de urgência, Nei pediu uma patrola, que custa cerca R$ 507 mil. Hoje, o município possui apenas uma. “A máquina, da década de 70, trabalha um dia e fica três quebrada. Temos 600 quilômetros de estrada de chão no município para patrolar”, pede o prefeito. Também foram solicitados um caminhão caçamba e uma verba de R$ 500 mil em pavimentação asfáltica.