São José

“A pintura é uma poesia muda”, já afirmava Leonardo da Vinci. A paixão por lápis de cor, tintas e pincéis chegaram cedo à vida de Deyvid Corrêa Martins, 34 anos. Desde criança ele já era apaixonado pela arte, os quadros o fascinavam. Natural de Tubarão, o artista plástico começou a esboçar as suas primeiras telas ainda na infância, contudo, investiu ‘pesado’ mesmo com 30 anos.

Depois de montar o seu próprio atelier em 2013, Deyvid não parou mais de trabalhar com arte. Aos poucos aperfeiçoa suas técnicas e se torna um prodígio, atraindo muitos olhares por onde expõe suas obras. Prova disso ocorre na exposição ‘A kombi e o artista’, no Continente Shopping, em São José, na Grande Florianópolis, desde a última terça-feira, e fica até o próximo dia 31.

O gosto pelo xadrez, as cores vivas e o surrealismo contemporâneo ressaltam na pintura do artista tubaronense. O seu empenho e detalhismo são sustentados por uma força de vontade pouco comum. “Trabalho com a arte o tempo todo. Nesta exposição, quando criei o quadro a Kombi e o artista, comecei a imaginar várias coisas e assim nasceu a ideia de expor. São 12 quadros expostos de trabalhos de óleo sobre tela de 70 x 100”, destaca.

Com muito dinamismo e de conceito, as obras possuem desenhos bem traçados. “Tenho alguns projetos para o futuro o primeiro deles é continuar trabalhando intensamente. Em breve farei uma exposição denominada de ‘Santa Catarina’ e em 2020, quero expor o ‘Tubarão 150’. Quero retratar a minha amada Cidade Azul sempre, em todos os meus trabalhos faço algo que lembre o município”, conta.

Em suas obras, os detalhes tomam corpo na eficiência do traço e a sua harmonia construtiva e criativa vive num equilíbrio de temas e de tons. Os quadros do jovem da Cidade Azul têm chamado a atenção em São José, pela perfeição e riqueza de detalhe.