O projeto da sede é padrão do Corpo de Bombeiros de Santa Catarina. A assinatura do termo de convênio de R$ 150 mil entre prefeitura e Tractebel ocorreu ontem
O projeto da sede é padrão do Corpo de Bombeiros de Santa Catarina. A assinatura do termo de convênio de R$ 150 mil entre prefeitura e Tractebel ocorreu ontem

 

Mirna Graciela
Capivari de Baixo
 
A nova sede do Corpo de Bombeiros de Capivari de Baixo deve começar a ser construída ainda este ano. O investimento total será de R$ 330 mil. Um prazo de 30 dias para o início das obras foi estabelecido pela direção da Tractebel para firmar o contrato com uma empresa de fabricação de pré-moldados. 
 
O complexo de energia será responsável pela primeira etapa, com a aplicação de recursos no valor de R$ 150 mil, no qual o termo do convênio foi assinado ontem com a prefeitura. O prefeito Luiz Carlos Brunel Alves (PMDB) vibrou com a parceria. “Não canso de dizer que a Tractebel é a mãe da cidade, sempre está ao lado dos cidadãos na realização de melhorias ao município”, enalteceu. 
 
O imóvel será projetado em um terreno, doado pelo executivo, na rua Salvador Joaquim Nunes, no bairro Alvorada, com 419 metros quadrados de área construída. O comandante do Corpo de Bombeiros, sargento Oscar Pedro Neves Junior, explica que, após a conclusão da primeira etapa, o governo do estado, por meio da secretaria de segurança pública (SSP), investirá R$ 100 mil e a prefeitura mais R$ 80 mil. 
 
Hoje, a estrutura dos bombeiros funciona em um prédio alugado, próximo ao trevo de acesso à cidade, custeado pela prefeitura. “Quando vim para cá, tracei dois objetivos. A construção de uma sede própria e a aquisição de um caminhão de combate a incêndios. Este último foi conquistado ano passado e agora o outro se concretizará. Estou muito satisfeito”, comemora o comandante.