São Ludgero

A partir deste mês, a administração de São Ludgero passará a trabalhar no processo de liberação de obras, em especial na drenagem de ruas e na construção de uma nova creche. A notícia é comemorada como um momento de superação pelo prefeito Ademir Gesing (PMDB), o Gogo. A administração teve os investimentos suspensos por falta de uma certidão de negativa de débitos, expedida pela Receita Federal, ocasionada por uma dívida do legislativo.

Com a recuperação do documento, as obras voltam a andar. É o caso do projeto do centro de Múltiplo Uso, cuja licitação pode ser liberada. O empreendimento com mais de dois mil metros quadrados abrigará o centro de idosos, cursos e aulas de música e dança, entre outras atividades. O orçamento é de aproximadamente R$ 2,5 milhões.
Gogo também destaca os investimentos nos bairros Nossa Senhora Aparecida, Encosta do Sol e Industrial, os primeiros a receber melhorias na drenagem. Ao todo, serão investidos R$ 600 mil, cuja verba é do Ministério da Integração, nos três locais. “Começamos onde há prioridades. Estes locais sofrem com alagamentos e precisam destas obras com urgência. Já iniciamos a vistoria em outras locais que também integraram a lista de prioridades”, anuncia o prefeito.

A terceira obra que receberá atenção da administração é a execução do projeto da nova creche que será construída no bairro Industrial e atenderá mais de 200 crianças. O projeto está orçado em R$ 1,2 milhão. “A área pública estava disponível, mas somente agora conseguimos a liberação dos recursos”, esclarece Gogo.

Certidão negativa
Certidão negativa de débito é um comprovante de quitação de impostos e fundos federais e estaduais, como FGTS, INSS e inexistência de débitos com estatais.