OAB de Braço do Norte emite nota de solidariedade sobre caso do bebê enterrado em quintal de residência

"A gente se preocupa com o que está acontecendo com a nossa sociedade e o que leva as pessoas a cometer estes crimes', disse a presidente da Comissão local da Mulher Advogada, Marta Regina Neckel.

A OAB de Braço do Norte emitiu uma nota pública na tarde desta segunda-feira (31), em solidariedade à comunidade que ficou chocada com o caso do bebê enterrado no quintal de um residência no bairro Vila Nova.

Na nota, que também cita a OAB/SC, a OAB de Braço do Norte convocou a Comissão local da Mulher Advogada (que tem como bandeiras a proteção à vida e o combate à violência familiar cometida contra mulheres, crianças, adolescentes, idosos e deficientes), para acompanhar a apuração do caso; a qual contará com o total apoio da Comissão Seccional do Direito da Vítima, da Criança e do Adolescente e de Direito Penal.

“A busca por uma sociedade mais digna, mais justa e livre de todas as formas de violência, é uma das maiores missões da Ordem”, escreveu a OAB de Braço do Norte.

De acordo com a presidente da Comissão, Marta Regina Neckel, o papel da OAB neste caso é averiguar toda a situação para que se faça justiça. “A gente se preocupa com o que está acontecendo com a nossa sociedade e o que leva as pessoas a cometer estes crimes. Vamos acompanhar de perto e esperar que a justiça seja feita”.

A Comissão da Mulher Advogada da Subseção da OAB/SC de Braço do Norte é composta pelas advogadas Marta Regina Neckel, Tatiana Della Giustina, Pátila Vandresen de Souza e Priscila Koch Tramontim.

Entre em nosso canal do Telegram e receba informações diárias, inclusive aos finais de semana. Acesse o link e fique por dentro: https://t.me/portalnotisul