Samuel é um garotinho de 8 anos, que reside em Braço do Norte e frequenta a escola, assim como a grande maioria das crianças da sua idade. Até aí nada de novo não é verdade?

Ele também gosta de brincar, disputar jogos virtuais (Roblox é o seu preferido), porém, ele tinha um grande desejo, não muito comum para as crianças da sua idade e essa vontade valeu uma troca pelo presente de Natal. Mas o que o Samuel fez de tão especial assim?

O pai de Samuel, Marcelino de Souza, tinha um passarinho – uma coleirinha – preso em uma gaiola e o maior sonho do menino naquele momento era libertar o passarinho para que o bichinho pudesse “ganhar o mundo”. Esse desejo, foi despertado pela professora Neide Oenning Wiggers Fernandes no final de 2018, quando ele estava no primeiro ano primário.

Em sala de aula, a professora fez um trabalho de conscientização, mostrando sobre a importância dos animais livres, entre eles os pássaros, o que na hora já despertou a memória do pequeno Samuel, e a partir desse dia, esse se tornou seu objetivo.

Como os argumentos do garoto não estavam surtindo efeito, as vésperas do último Natal, ele propôs trocar o presente que ele ganharia – um skate para brincar nas pistas – pela liberdade da pequena ave.

Seu pai ainda relutou e argumentou que fazia três anos que a ave estava presa, que recebia todos os cuidados que precisava e que receava que solta, alguém a prendesse novamente e não cuidasse tão bem.

Mas o menino não desistiu e nesse fim de semana acharam um caminho para resolver essa questão. Pai e filho foram na casa de um tio que mora no interior e lá, depois de acariciar a avezinha por alguns minutos, como quem conversasse com a alma do bichinho, em um verdadeiro gesto de despedida, Samuel pegou o passarinho em suas pequeninas mãos bondosas e a impulsinou para o ar.

Ela voou alguns metros, até alcançar a primeira árvore, onde pousou e ficou observando tudo ao seu redor, numa demonstração clara de que estava naquela momento iniciando sua readaptação a uma nova vida, diante de uma natureza farta em alimentos, água e o principal, a liberdade! Essa que é um direito que todas as aves possuem.

Samuel acompanhou o primeiro vôo com um sorriso no rosto e a expressão de ver seu sonho realizado! Finalmente o presente de Natal que ele mais desejava, acabava de realizar. E quanto ao skate para poder brincar nas pistas com os amigos? Esse vem em uma próxima oportunidade, mostrando que muitas vezes, as crianças tem muito mais empatia que um adulto.