O deputado federal visitou o Notisul, ontem
O deputado federal visitou o Notisul, ontem

Tubarão

Para o gaúcho Marco Tebaldi (PSDB), a carreira política iniciou em Santa Catarina, quando veio estudar engenharia sanitária, profissão que diz ter auxiliado em muitas conquistas até chegar a deputado federal, posição que pretende continuar nas eleições deste ano.
 
“Quando trabalhei em Joinville, minhas ações iniciais foram em benefício de uma comunidade que vivia em um mangue local, com projetos e ações conseguimos recuperar a área. Isso me levou a candidatura como vereador, eleição que ganhei e que me fez continuar a ser político”, lembra Marco.
 
Em visita a Tubarão ontem, em várias entidades, o parlamentar contou que, para o desenvolvimento do sul do estado, o que falta é a conclusão das obras de infraestrutura. “Com o andamento da duplicação da BR-101, já percebemos um avanço do sul, fato que deverá ser ainda mais significativo quando os trabalhos estiverem concluídos”, informa o deputado.
 
“Posso contribuir com a região”, ressalta o pré-candidato a deputado federal ao referir de sua experiência política e das emendas que já conseguiu para o estado e para a Amurel, além dos repasses de mais de R$ 6 milhões desde 2012.
 
Para Marco, o mais importante para conseguir investimentos para os municípios é saber planejar e dar continuidade aos projetos. “Antes de buscar verbas é essencial conhecer onde, como, o que e quanto vai custar? Perguntas que, ao serem respondidas, orientam o poder público a encaminhar o projeto para o programa certo”, explica o parlamentar.
 
Proposta
Nesta semana, o deputado deu entrada na Câmara dos Deputados, em Brasília, de um projeto que prevê a obrigatoriedade, por meio de licitação, da instalação de equipamentos fotovoltaicos, que captam e armazenam a energia solar em edificações que pertencem à administração pública. Caso seja aprovado, as instituições terão dez anos para se adequar às exigências da proposta.