Tubarão

Santa Catarina oferece cenários belíssimos para fazer fotografias. Alguns moradores, por exemplo, preferem clicar aquela imagem em outro Estado ou país para registrar um momento importante de sua vida. Conforme a fotógrafa Franciele Santos, a Fran, de Tubarão, as pessoas estão sempre em busca de pontos interessantes para suas fotos. Seja em belas construções, cenários naturais, sob o nascer ou pôr do sol, em praias de águas cristalinas, entre outras paisagens.

“Sempre procuro incentivar as pessoas a fazer os seus trabalhos na região. Muitos saem de Tubarão para um book em outras cidades, por isso idealizei o Projeto ‘O magnífico se encontra aqui’. Muitos clientes querem ‘bater’ as fotos em outros municípios, pois acreditam que aqui não terão belas fotos”, contesta.

Fran afirma que diversos bairros da Cidade Azul oferecem possibilidades de ângulos e vistas diferentes para as fotografias. “A beira-rio é um lugar cercado de verde por todos os lados. Ali, temos diversos espaços para uma bela fotografia. São muitos ângulos que vão possibilitar imagens lindas em meio às belezas naturais da cidade”, assegura.

Ela expõe que fotografar é uma arte que envolve percepção, inteligência, senso investigativo, dinamismo e técnicas apuradas. “A sensibilidade da arte de fotografar é percebida em tons, cores, textura, luz, ângulos, no close que enaltece o que era imperceptível e escondido a olho nu, na construção artística que insinua e faz pensar ou, ainda, na composição que enfatiza ou conduz pelo abstrato”, detalha.

Como um DNA, cada fotografia tem sua personalidade e herda do autor sua própria identidade. Faz uma narrativa não só pela apresentação de um tema, mas também pela experiência, sensibilidade e a habilidade técnica do fotógrafo e sua harmonizar os elementos que compõem a imagem.