Foto: Reprodução

Na manhã deste domingo amigos e familiares deram o último a adeus a Dona Chida, de Braço do Norte. Ela morreu na tarde deste sábado e vai deixar um legado social que muitas gerações vão fazer questão de lembrar!

Liduina Uliano da Cunha tinha 97 anos, parte deles dedicados com muito amor e carinho ao marido José Boaventura da Cunha, que morreu há 15 anos; aos 9 filhos Maristela, Jivenil (Nilo/in memória), João, Aldamira, Afonso, Adalberto, Rosimeri, Raquel e Rômolo; além dos 25 netos, 18 bisnetos e uma tataraneta.

Era preocupada com os parentes mais velhos a quem ajudou a cuidar. E quem pensa que essa era a família de Dona Chida se enganou, e muito! Ela deixa uma família enorme de braçonortenses.

Dona Chida era muito participativa na comunidade: fez parte da Pastoral da Saúde, Movimento Cursilho de Cristandade e era membro do Sagrado Coração de Jesus.

“Sempre preocupada com os menos favorecidos nunca se omitiu em ajudar”, conta o genro Ibanez Galvani.

Ele conta que como participante da Pastoral da Saúde, aprendeu fazer chás e remédios caseiros, sempre distribuindo aos membros da comunidade. “Participava ativamente na animação das missas e sempre era chamada para rezar nos velórios na cidade”

O corpo de Dona Chida foi velado na capela da Funerária Previne e o sepultamento foi cemitério de Braço do Norte neste domingo.

Entre em nosso canal do Telegram e receba informações diárias, inclusive aos finais de semana. Acesse o link e fique por dentro: https://t.me/portalnotisul