Após meses de preparação, Juliana Paes vestiu-se de branco e subiu ao altar com Carlos Eduardo Baptista, na noite de terça-feira, no Itanhangá Golf Club, no Rio. Espírita, a atriz entregou a cerimônia nas mãos do pastor Luiz Longuini Neto, da Igreja Presbiteriana do Brasil.

Juliana foi pontual e obedeceu os pontos defendidos pela numerologia, que definiu a data e o horário ideais para que o seu casamento fosse um sucesso. A atriz aprontou-se no Hotel Fasano, em Ipanema, e surgiu belíssima com um vestido assinado pelo estilista Samuel Cirnansk. As jóias eram criação da designer Emar Batalha.

Juliana casou-se sob uma tenda, onde foi montada uma decoração com flores chuva-de-prata e velas brancas. O casal entrou embalado pelo coral Delfim Moreira, ao som de Nella Fantasia, e saiu com o quarteto formado pelos Beatles, em All You Need Is Love. Os noivos seguiram rumo à festa em um Mercedes que trazia na placa a frase: ‘Juliana e Dudu, sonho sobre rodas’.

A comemoração, com um cardápio amplo de doces e salgados, contou com uma cascata de chocolate, logo na entrada. Ao invés do megabolo tradicional em casamentos, a global pediu 500 minibolos com recheio de ganache e brigadeiro branco. Um drink em homenagem à personagem da atriz na novela Celebridade, o ‘Jack Joy’, também foi servido.