Florianópolis
 
Os microempreendedores individuais de Santa Catarina terão uma nova forma de obter recursos para investir em seus negócios. Com o objetivo de apoiar pequenas empresas e incentivar o empreendedorismo, o governador do estado, Raimundo Colombo, anunciou ontem a liberação dos empréstimos do juro zero. 
 
Quem vai pagar o juro da operação é o governo. “Isto é necessário para que possamos alcançar melhores resultados e estimular quem precisa, pois esta ascensão é forte no estado”, justificou Colombo. 
 
O programa abre uma linha de crédito de até R$ 3 mil para empresários que comprovarem o pagamento em dia, e oferece acompanhamento empresarial e de inovação aos participantes. Cada um pode realizar um empréstimo de cada vez. E o segundo somente após quitar o pagamento total do primeiro. 
 
O valor pode ser parcelado em até oito vezes. Caso os sete primeiros pagamentos sejam regulares, a última parcela ficará isenta, o que equivale aos juros. Poderão participar somente os microeemprendedores formalizados.
 
O secretário de desenvolvimento econômico e sustentável, Paulo Bornhausen, destaca que o juro zero terá papel importante no desenvolvimento. “Mais que dinheiro, é uma perspectiva para milhares de pintores de parede, costureiras, cabeleireiras, e demais pessoas essenciais para fazer a economia girar”, projetou Bornhausen.
 
O Badesc disponibilizará R$ 70 milhões para as instituições de microcrédito habilitadas cederem o empréstimo. Outras informações, como a localização dos pontos de atendimento, estarão no endereço eletrônico www.jurozero.sc.gov.br.