Imbituba    

Com objetivo de modernizar o sistema de gestão do Imposto Sobre Serviço (ISS), otimizar e agilizar as rotinas operacionais, aumentar a arrecadação do município, foi apresentado aos profissionais da área contábil de Imbituba o novo sistema de gestão – o FintelISS, que deve entrar em vigor a partir de 1º de janeiro. 

O secretário de fazenda, Ivam Vitório, explica que o programa reduzirá custos, porque é totalmente digital e aumentará a receita do ISS, pois prevê a emissão de Cupom Fiscal de Serviços – uma espécie de nota fiscal eletrônica simplificada – para atividades em que hoje há exigência de tributação, mas a fiscalização é deficitária, como cartórios, quadras esportivas, motéis, farmácias de manipulação, entre outros. “Os contadores são os principais profissionais que precisamos nos aproximar, pois são eles que irão orientar os empresários sobre como realizar o recolhimento correto dos impostos”, explica. 

Para o prefeito Jaison Cardoso é uma ação necessária para manter a cidade com as contas em dia. “Nosso foco é na gestão eficiente, reduzindo custos onde é possível e investindo onde é mais necessário. Com a diminuição e atrasos nos repasses da União e do estado, os municípios têm sofrido para manter as contas em dia, mas aqui em Imbituba como nos preparamos para este período é o momento de buscar as melhores alternativas. Esta ação é importante para continuar a crescer, ou no mínimo, manter a curva de crescimento da cidade uma vez que ampliamos o controle sobre a arrecadação”, destaca.

Controle e fiscalização
Outro ponto abordado no encontro com os contabilistas foi a utilização pelos auditores fiscais do município de outra solução da Fintel Tecnologia para o controle e fiscalização de contribuintes do ISS. Este software efetua o cruzamento de dados de prestadores e tomadores de serviços, e permite identificar aqueles que não efetuam o correto pagamento do imposto, similar ao sistema de “malha fina” da Receita Federal.

Treinamentos
Em breve, os contribuintes serão convidados para participar de treinamentos realizados pela prefeitura, para então passarem a emitir o Cupom Fiscal de Serviços. Os funcionários do setor de fiscalização da prefeitura passam por um treinamento para a implantação do sistema.