Todo mundo sabe que se as empresas de Tubarão não cumprirem as determinações dos decretos municipais elas podem pagar multa de R$ 3 mil ou serem interditadas por um determinado período.

Mas quase ninguém se atentou que o novo decreto obriga o uso de máscara em todos os lugares e proíbe aglomerações em locais públicos, privados e ao ar livre. O decreto prevê multa de R$ 1,500 para quem não cumprir as determinações.

Até o momento não há registro de pessoas multadas por andarem pela cidade sem o uso do acessório, a Polícia Militar apenas notificou diverso grupos em praças pública.

“Essas pessoas receberam notificações e assinaram um Termo Circunstanciado por desobediência do decreto e propagação de doença contagiosa”, disse o comandante do Batalhão de Tubarão, Silvio Lisboa.

Nesta sexta-feira o Governador Moisés anunciou medidas mais rigorosas nas regiões classificadas em Situação Gravíssima para o contágio do Covid-10, a Amurel está entre elas.

A partir deste sábado fica proibida a concentração e permanência de pessoas em espaços públicos de uso coletivo, como parques, praças e praias, serão suspensas a partir deste sábado.

A aplicação da multa ficará à cargo da força-tarefa responsável pela fiscalização. Caso encontre uma pessoa ou um grupo aglomerado a orientação é dispersar, e caso alguém não esteja usando máscara a orientação é para aplicação da multa.

Entre em nosso grupo do Telegram e receba informações diárias, inclusive aos finais de semana. Acesse o link e fique por dentro: https://t.me/portalnotisul