Idosos e crianças menores de 12 anos devem ficar em casa. Essa é a recomendação do último decreto municipal de Laguna. De acordo com o novo documento, há indicação para que pessoas acima dos 60 anos, se desloquem somente para atividades estritamente necessárias, ficando determinada a abordagem desses indivíduos para orientação sobre o isolamento domiciliar.

A prefeitura da Cidade Juliana endureceu as regras para circulação de pessoas e funcionamento de estabelecimentos comerciais na tentativa de reduzir o ritmo de disseminação do novo coronavírus. No decreto publicado na última sexta-feira (24), o texto traz um capítulo dedicado aos idosos e as crianças, com a recomendação para que eles fiquem em casa.

Conforme o procurador do município, o advogado Antônio dos Reis, a fiscalização irá abordá-los em barreiras ou em outros locais específicos a exemplo de praças, parques, passeios onde sejam encontrados, a fim de averiguar a razão de ali estarem e serem orientados ao isolamento social, quando for o caso. “As crianças porque são vetores de disseminação do coronavírus, também, para os idosos”, expõe.

A covid-19 tornou-se uma ameaça jamais vista pelas últimas gerações e exige um esforço mundial inédito. No caso dos idosos, a Organização Mundial da Saúde (OMS) recomenda que eles devem ficar bem fechados dentro de casa. As informações científicas asseguram que a ação do coronavírus é especialmente agressivo contra os mais velhos: além dos sintomas serem mais severos, o risco de morte pode chegar a ser 74 vezes maior do que em relação à faixa etária de 10 a 19 anos.

Um paciente jovem, pode ir num caso grave para o respirador e se recuperar após o ciclo da doença de 10 a 14 dias. Já o idoso tem pouca reserva para os seus órgãos funcionarem. Pode descompensar o coração, os rins, principalmente se tiver outros problemas de saúde. Eles têm, uma capacidade imunológica mais reduzida para fazer frente a infecções. Por esse motivo, gripes costumam evoluir mais facilmente para uma pneumonia entre pessoas mais velhas do que entre jovens. A ação do vírus se apresenta mais agressiva em pacientes que possuam outras doenças associadas, como diabetes, hipertensão, problemas respiratórios e/ ou cardiovasculares.

Entre em nosso canal do Telegram e receba informações diárias, inclusive aos finais de semana. Acesse o link e fique por dentro: https://t.me/portalnotisul