Membros do conselho conheceram as obras do porto. A dragagem deve ser licitada no próximo mês.
Membros do conselho conheceram as obras do porto. A dragagem deve ser licitada no próximo mês.

Imbituba

O novo cais do Porto de Imbituba está previsto para ser inaugurado dentro de um mês. Ontem, integrantes do Conselho de Autoridade Portuária (CAP) realizaram uma visita orientada, pelas instalações para verificar as obras de recuperação dos molhes e ampliação do cais, além da operação dos portêineres.

“As obras estão bastante adiantadas, o cais fica pronto logo e a tempo para a inauguração. Imbituba terá toda a infraestrutura portuária necessária para operar mais navios”, comemora o presidente do CAP, Gilberto Barreto.
Até segunda-feira, deve ser publicado o edital de licitação para o aprofundamento do porto. A expectativa é que as obras da dragagem comecem no início do próximo ano. “O calado aumentará para 15 metros, o que permitirá o acesso dos maiores navios que frequentam a costa e os portos brasileiros”, salienta Gilberto.

“Aproveitamos a reunião do CAP para fazer essa atualização e discutir as melhorias que estão sendo feitas. Em pouco tempo, estará tudo pronto para operar novas linhas de navios”, pontua o administrador do porto, Jeziel Pamato de Souza.
A partir do próximo dia 13, uma nova portaria começará a valer dentro do Porto de Imbituba, e oficializará a delimitação da nova área alfandegada pela Receita Federal. A entrada na área dos cais será permitida apenas para funcionários e pessoas autorizadas a executar serviços no porto, separando da área administrativa. A distinção é importante para melhorar a segurança e o controle fiscal.

Sobre as obras do porto

Cais
Assim que as obras de dragagem ficarem prontas, os berços 1 e 2 permitirão a atracação simultânea de dois navios com 315 metros de comprimento cada. Algumas destas embarcações têm capacidade para transportar mais de 6 mil TEU’s (um TEU equivale a um contêiner de 20 pés de comprimento). A obra do cais iniciou em 2009 e faz parte do pacote de melhorias e ampliação da empresa Santos Brasil, arrendatária dos Terminais de Contêineres (Tecon) e Carga Geral.

Molhes
Os molhes de abrigo do Porto de Imbituba foram construídos entre 1970 e 1982 para proteger de ondas oceânicas o canal de aproximação e a bacia de evolução do porto, para proporcionar águas tranquilas para a operação dos navios. Com a ação do tempo, os molhes sofreram desgaste. No último ano, foram feitas as obras emergenciais de recuperação. Agora, estuda-se a conclusão da recuperação e a ampliação da estrutura.