#Pracegover foto: na imagem há um homem de roupa branca, uma mesa e uma cadeira
#Pracegover foto: na imagem há um homem de roupa branca, uma mesa e uma cadeira

Ter como hábito consultas periódicas ao urologista deve acompanhar o homem desde a adolescência. Período em que os meninos precisam se prevenir de doenças, além de tirar dúvidas com os profissionais sobre sexualidade. Situação que muitas vezes não ocorre e que pode prejudicar a saúde e o bem-estar. Para essas e todas as demais questões urológicas, o Complexo Médico Provida possui o Centro Avançado de Urologia.

“Ao contrário das meninas e moças, que desde o início da puberdade são acompanhadas pelo ginecologista, os adolescentes masculinos só costumam procurar o médico em casos de emergência ou pior, quando já estão com alguma doença estabelecida. O ideal é realizar consultas periódicas e quando indicado, fazer exames preventivos, que podem diagnosticar precocemente alterações ou enfermidades”, indica o urologista, Dr. Michael Christian Ramos Hennich (CRM: 16895 | RQE: 14792).

Ainda na infância, o urologista atende, muitas vezes, por encaminhamento de outros profissionais, pacientes pediátricos com problemas urogenitais. Na adolescência, o acompanhamento também é necessário.

“Neste período, o jovem entra na puberdade, sendo importante avaliação médica, antes e após iniciar a atividade sexual, ou quando ele percebe qualquer dificuldade nas funções nos órgãos genitais. Acompanhamento que auxilia nas descobertas corporais, nos esclarecimentos sobre infecções sexualmente transmissíveis, além de prevenir doenças como câncer de testículo e varicocele”, reforça.

Entre em nosso canal do Telegram e receba informações diárias, inclusive aos finais de semana. Acesse o link e fique por dentro: https://t.me/portalnotisul

Fonte: Provida