Mães e aluna mostram o terreno em que será construída a nova quadra poliesportiva da escola Lino Pessoa
Mães e aluna mostram o terreno em que será construída a nova quadra poliesportiva da escola Lino Pessoa

 

Angelica Brunatto
Tubarão
 
Há pelo menos nove anos, os pais, alunos e até professores da escola estadual Lino Pessoa, no bairro Monte Castelo em Tubarão, reivindicam a construção de uma quadra poliesportiva. O terreno à obra já foi comprado há dois anos, mas até agora nada de quadra.
 
O principal problema, para os pais, é a saída das crianças da escola para a realização das aulas de educação física. “Minha filha faz a aula em uma quadra em péssimo estado de conservação, ao lado da escola. Nunca autorizei a saída dela da escola. Já fizemos até um abaixoassinado para que a obra saia”, revela a mãe de uma aluna do 4º ano, Lídia Nunes Bento.
 
A promessa do secretário de desenvolvimento regional em Tubarão, Haroldo Silva, o Dura (PSDB), é que o edital de licitação à construção da quadra seja lançado nas próximas semanas.
 
Conforme o projeto, orçado em R$ 144 mil, a quadra terá 390 metros quadrados. Além da construção da quadra, o edital contempla a reforma parcial da unidade escolar, que tem custo previsto em R$ 7.387.00.
 
E não é apenas a escola Lino Pessoa que será contemplada com melhorias na infraestrutura. O estado lançará também os editais para a reforma de outras sete unidades de Tubarão.
 
Serão beneficiadas as escolas Henrique Fontes, Alda Hülse, Tereza Martins de Brito, Martinho Alves dos Santos, Hercílio Luz, Alice Júlia Teixeira e Imaculado Coração de Maria. Ao todo, o investimento chegará a  R$ 1,2 milhão.