Tatiana Dornelles
Tubarão

“O plano de vocês cobre aqueles atendimentos estabelecidos nas novas regras da Agência Nacional de Saúde (ANS), que entrou em vigor este mês?”. Com esta pergunta, o Notisul pesquisou se os planos de saúde de Tubarão estão de acordo com a resolução nº 167, que ampliou a cobertura. As regras entraram em vigor no último dia 2 e cobrem atendimentos psicológicos, de nutrição, terapia ocupacional, entre outros (veja tabela ao lado com os principais itens). São cerca de 100 novos serviços disponibilizados.

Das três empresas que foram pesquisadas, Unimed, Agemed e Saúde Conceição, todas já disponibilizam os serviços obrigatórios aos planos contratados a partir de 1º de janeiro de 1999. “Esta cobertura só é válida para os planos regulamentados, ou seja, completos, fechados. Para os firmados antes de 1º de janeiro de 1998, não há estas coberturas, uma vez que a pessoa podia escolher quais os serviços gostaria de ter. Para quem migrou para o pacote fechado, há cobertura. Para quem tem plano antigo, não. Atualmente, temos apenas 2% de usuários nesta modalidade”, explica um funcionário da Unimed Tubarão.

Nos dois outros planos de saúde, Agemed e Saúde Conceição, a informação também era de que ambos estão adequados às regras. “Desde o dia 2 de abril, já disponibilizamos da nova cobertura. São quase 100 itens e estamos dentro das normas”, afirma a assessoria do Hospital Nossa Senhora da Conceição, que oferece o plano Saúde Conceição.

Entretanto, apesar de estarem em ‘dia’ com a resolução, a dificuldade dos usuários para realizar uma consulta em uma destas áreas é grande. “Como a lei entrou em vigor este mês, temos dificuldades de encontrar profissionais”, relata um vendedor de plano.