Zahyra Mattar
Tubarão

Para tentar controlar o movimento no setor de emergência do Hospital Nossa Senhora da Conceição (HNSC), em Tubarão, a prefeitura agiliza durante este fim de semana a montagem de um Centro de Triagem. A “tenda” será organizada junto à secretaria de saúde, no bairro Oficinas. O centro deverá começar a funcionar segunda-feira.
Até lá, três postos ficarão abertos durante este fim de semana para efetuar a triagem dos casos. Quando alguém com sintomas suspeito procura o serviço público municipal de saúde, o médico encaminha o paciente com uma ordem escrita ao HNSC.

Este procedimento garante maior agilidade no acesso aos medicamentos necessários – seja pela gripe comum, seja pela nova influenza – e não coloca pessoas que buscam o setor por outras emergências. Caso do tubaronense Sidnei da Silva. Por conta de uma forte cólica renal, ele precisou buscar ajuda junto a emergência do HNSC. Como o local estava cheio de pacientes com sintomas gripais, Sidnei usava uma máscara para evitar a nova gripe.

Assim como Sidnei precisou ficar horas na espera do atendimento, por conta da excessiva demanda, a comerciante Eliana cansou e resolveu buscar ajuda em outra clínica. “Desculpe, mas avalio que muitos se aproveitam. Fiquei no relento com minha filha, com 42o de febre, por mais de duas horas (nesta sexta-feira). As pessoas devem buscar ajuda no posto antes. O atendimento no posto foi perfeito. Mas no hospital desisti de esperar. Era muita gente”, explica.

O HNSC emitiu uma nota onde explica que a demanda realmente é muito além da capacidade da instituição. Atualmente, o movimento é 80% superior ao registrado habitualmente, antes da epidemia da nova gripe.