A situação física e financeira do Hospital Nossa Senhora da Conceição, em Tubarão, foi tema de reunião nesta sexta-feira (22) entre a direção e o deputado estadual Pepê Collaço. Além do recente problema de superlotação do Centro Materno, o deputado quer buscar meios de ajudar a viabilizar a nova emergência.

A mudança do setor do porão para o térreo do prédio do HNSC já tem projeto aprovado pela Vigilância, mas ainda não há recursos. Estima-se o custo em aproximadamente R$ 15 milhões. O diretor-executivo Fábio Tadeo Teixeira explica que será necessário construir um pequeno prédio de seis a sete andares para deslocar toda a parte de nutrição, hoje no local onde será a emergência.

A emergência hoje realiza, em média, oito mil atendimentos por mês. O HNSC conta com uma equipe de 1.538 funcionários, 250 médicos, 53 especialidades e o percentual de atendimentos pelo SUS hoje está em 84%.

“O HNSC tem o maior número de leitos do nosso estado e é um patrimônio de Tubarão. A nova emergência é uma luta que a cidade precisa levantar”, destaca o deputado.

Entre em nosso canal do Telegram e receba informações diárias, inclusive aos finais de semana. Acesse o link e fique por dentro: https://t.me/portalnotisul