Laguna

A partir desta quinta-feira (30) até a próxima segunda-feira (3), Laguna celebra a tradicional Festa de Nossa Senhora dos Navegantes. A programação inclui missas na igreja do bairro Magalhães, carreata, procissão marítima e almoço festivo. A comunidade do Magalhães se desenvolveu abençoada pela sua padroeira

Antes das travessias, os navegantes participavam da Santa Missa e pediam proteção de Nossa Senhora dos Navegantes para enfrentar, com coragem, os perigos do mar, as tempestades e os ataques dos piratas. Com o início das grandes navegações, por parte dos portugueses e espanhóis, e a descoberta de novas rotas comerciais e terras pelo mundo, a devoção a Nossa Senhora dos Navegantes cresceu.

A primeira estátua foi trazida de Portugal junto com os navegadores para o Brasil.  A região do Magalhães sempre foi envolvida com o porto da cidade, muitos trabalhadores e diretores moravam no bairro.  Conforme o professor Rafael Santos, todos os anos ele faz questão de homenagear a santa, na Cidade Juliana. “Não moro mais na região, mas nesta época procuro estar aqui para agradecer as bênçãos e pedir apenas saúde para todos os meus familiares, pessoas próximas e a mim”, pontua.

No sincretismo religioso, Nossa Senhora dos Navegantes é a Iemanjá. No sábado, na Praça do Vila, no Mar Grosso, tem apresentação de cantigas para Iemanjá, com os grupos da religião africana. No domingo, às 20h, rodas com muitas flores e roupas brancas e azuis irão festejar o Dia da Iemanjá, considerado patrimônio cultural do município.

De acordo a jornalista Emanuela Silva, as religiões de matriz africana se referem a Iemanjá como mãe dos Orixás, símbolo da universalidade e igualdade, dona dos pensamentos. “ Seu reino ou campo de atuação é nas águas salgadas por isso a reverência nas praias. Na Umbanda que é uma religião brasileira um misto de vários cultos devido a colonização e período escravocrata, associou a Nossa Senhora dos Navegantes, padroeira dos pescadores a Iemanjá. Penso que é importante agradecer ao Criador independente do seu segmento religioso, como adepta das religiões de matriz africana é uma data importante para nós fiéis. Porém, prosperidade, paz interior e proteção devem ser cultivados no dia a dia, na maneira de tratar o próximo “, expõe.
 
 
Programação da festa Nossa Senhora dos Navegantes
 
 
Quinta-feira, 30 de janeiro
19h – Missa festiva com o padre Itamar Faísca. Canto: Grupo Missão. Liturgia: Pastoral do Dízimo. Convidados especiais: Missionários do Dízimo e Dizimistas e Missionários da Santas Missões Populares.
 
20h30 – Carreata de abertura da festa com saída em frente à igreja matriz e após bênção dos automóveis e motoristas.
 
 
Sexta-feira, 31 de janeiro
13h30 – Recitação das Mil Ave-Marias
 
19h – Missa festiva com padre Rafael Uliano (Gravatal). Canto: Coral Nossa Senhora das Navegantes e músicos da S.M. Carlos Gomes. Liturgia: Movimento de Irmãos do Magalhães. Convidados especiais: Movimentos de irmãos de Magalhães, Santo Antônio, e Cabeçuda.
 
 
Sábado, 1º de fevereiro
19h – Missa solene (Crisma), com o bismo dom João Salm (Diocese de Tubarão). Canto: Ministério de Música Querigma (Tubarão). Liturgia: Catequese. Convidados especiais: Irmandade Santo Antônio dos Anjos e comunidades pastorais da Ponta da Barra, Passagem da Barra, Campos Verdes, anta Marta Pequena, Canto da Lagoa, Farol, Cigana, Vila Vitória, e Ponta das Pedras.
 
Domingo, 2 de fevereiro (feriado municipal)
9h – Procissão marítima com saída da balsa até o Iate Clube, trapiche do bote no Molhes e retorno à balsa.
 
10h30 – Missa festiva com padre Antônio Rech. Canto: Coral São Sebastião da Passagem da Barra. Liturgia: Apostolado da Oração. Convidados especiais: Pastoral dos Coroinhas, Apostolado da Oração, Pastoral da Criança e Asilo Santa Isabel.
 
Meio-dia – Almoço festivo (paella campeira). Ingressos limitados.
 
19h – Missa solene com padre Paulo Rodrigues (Morrotes). Canto: Coral Nossa Senhora dos Navegantes e músicos da S.M. Carlos Gomes. Liturgia: RCC. Convidados especiais: grupos de RCC, grupo de jovens, Pastoral do Dízimo, coralistas e musicistas.
 
 
Segunda-feira, 3 de fevereiro
 
19h – Missa festiva e bênção da garganta, com padre Carlos Henrique. Canto e liturgia: Terço dos Homens. Convidados especiais: Terço dos Homens, Legião de Marinha, Grupos de Famílias, Mãe Peregrina, Grupos de AA e Alanon e Povo Santo de Deus.