Madalena do Espírito Santo, neta do sambista Martinho da Vila, morreu neste domingo (6) na Maternidade Perinatal do Rio de Janeiro. Filha da jornalista Déborah Sathler e do também sambista Tunico da Vila, Madalena tinha 14 dias de vida. A morte da bebê foi confirmada pelos pais, que fizeram posts emocionados nas redes sociais.

Madalena nasceu com uma cardiopatia chamada Síndrome da Hipoplasia do Coração Esquerdo (SHCE), que já havia sido detectada em exames durante a gestação. Ela iria passar por pelo menos três cirurgias na tentativa de corrigir o problema, e havia uma campanha nas redes sociais pedindo doação de sangue em nome da menina, mas ela não resistiu.

Em seu post de despedida, Déborah diz: 

“A dor na alma de segurar sua filha no colo sem vida é uma marca infinda, Maria! Recolha nossas lágrimas, angústia e aflição.

Madalena do Espírito Santo, foi uma honra ter vivido com você 14 dias. Tunico meu amor obrigada por ter tido você em todos os momentos. Equipe médica, Perinatal, Dr Jeferson obrigada por tudo. Amigos, doadores de sangue e afeto. Valeu a batalha!

Os céus recebam minha filha Madalena, que é presente que cuidamos com tanto amor.

Que assim seja! Amém!

Até o reencontro minha menina ❤ Nós vamos dançar muito juntas, Madá! Agora volta pra casa minha filha e me espera”