O sonho de infância de Mauri era tocar saxofone
O sonho de infância de Mauri era tocar saxofone

 

Karen Novochadlo
Tubarão
 
Nunca é tarde demais para aprender. Aos 57 anos, o cirurgião-dentista Mauri Bernardes resolveu aprender saxofone. É um sonho que carrega desde menino. As aulas são promovidas pela Fundação Municipal de Cultura da prefeitura de Tubarão. Hoje, 100 crianças, jovens e adultos estudam música. 
 
A prefeitura cede o espaço e os professores são pagos pelos alunos, com uma mensalidade de R$ 45,00. São ensinados instrumentos como flauta, violão, violino, saxofone e teclado, além de técnica vocal. As aulas iniciaram em 1998. E, nestes 11 anos, muitos talentos passaram pelas mãos dos professores. “Ministramos aulas ao cantor de sertanejo universitário André Nunes. Este é um dos talentos que eu lembro”, destaca o professor. 
 
A música pode ser ensinada aos alunos a partir dos 6 anos. Aos 15 anos, Gabriel dos Santos aprende violão. “Quero seguir carreira musical”, conta. Ele gosta de música gospel e tem como inspiração o ídolo Thalles Roberto. 
 
O projeto Escola de Música iniciou como uma forma de proporcionar uma atividade extra aos alunos depois da escola e evitar que ficassem pelas ruas. Aos poucos, cresceu e trouxe grupos de todas as idades. 
“Não pretendo ser músico profissional, já sou bem feliz como cirurgião dentista, mas é bom tocar para os amigos”, conta Mauri, que depois de adulto, conseguiu realizar um sonho de infância.
 
Quer aprender?
Mais informações sobre as aulas de música podem ser obtidas na Fundação Municipal de Cultura, localizada no Museu Willy Zumblick, no Centro de Tubarão. Ou pelo telefone 3906-1031.