Laguna

O Dia Mundial da Água será lembrado com um Mutirão de Limpeza dos Molhes da Barra no próximo dia 23. O local não foi escolhido por acaso. A ação socioambiental tem como objetivo reforçar o cuidado e a proteção do Santuário dos Botos Pescadores, no Canal da Barra, local onde há maior concentração destes mamíferos em Laguna.

Previsto para começar às 8h30 e tem como ponto de encontro a Praça Seival, o evento é organizado pelo site Lagunambiental com patrocínio do Restaurante Geraldo, em parceria com o Instituto Ambiental Boto Flipper (IABF), Projeto de Monitoramento de Praias (PMP/BS) e Udesc. Tem ainda apoio da Fundação Lagunense do Meio Ambiente (Flama) e Prefeitura de Laguna, por meio da Secretaria de Obras.

A ação quer reforçar a importância de moradores, turistas e pescadores cuidarem do seu lixo evitando descartar qualquer resíduo na faixa de areia e na água. O local é um dos principais pontos turísticos da Cidade Juliana, frequentado o ano todo por turistas e diariamente por pescadores que realizam a pesca com auxílio dos botos. Por isso, será disponibilizada uma tenda do Projeto de Monitoramento de Praias no local para reforçar a divulgação e os trabalhos de educação ambiental desenvolvidos em prol dos botos pescadores.

Os botos pescadores são considerados por lei patrimônio natural do município e sofrem com o aumento no número de mortes nos últimos anos, ocasionada principalmente por emalhamento em redes de pesca irregulares. A poluição também tem sido apontada como uma das causas que vem prejudicando a saúde dos animais. Atualmente a população residente é de aproximadamente 45 botos.

O mutirão é aberto para qualquer pessoa interessada em ajudar na limpeza. Previsto para terminar ao meio-dia, todo lixo recolhido terá apoio da secretaria de obras para o transporte e destinação final.