Gregory descobriu a habilidades com o beat box aos seis anos.
Gregory descobriu a habilidades com o beat box aos seis anos.

Priscila Alano
Tubarão

O menino Gregory Gazapina Matteoni, de 8 anos, é encantador. A região conheceu as suas habilidades com o beat box* em um show nacional de Marcelo D2, recentemente, em Tubarão. Ele fez uma participação especial no evento e encantou o público presente.

O pai de Gregory, Marcus Alexander Matteoni, conta que a aproximação com D2 e com o beat box Fernandinho (parceiro do cantor), surgiu em uma viagem da família a São Paulo, em janeiro. Pai e filho estavam no parque São Jorge, campo do Corinthians, para assistir a estreia do jogador Roberto Carlos, quando perceberam a presença do beat box Fernandinho. “Conseguimos furar a segurança e nos aproximar de Fernandinho. Ele ficou impressionado com o desempenho de Gregory”, fala o pai, orgulhoso.

No fim do mesmo mês, Fernandinho convidou a família para participar de um show em Balneário Camboriú. Foi a primeira vez que Gregory apresentou-se diante do público.
A vinda do cantor à Cidade Azul animou a família de Gregory. E mais uma vez o menino tubaronense teve a oportunidade de se apresentar ao lado dos cantores. “Comecei a fazer os sons assistindo os vídeos do Fernandinho. É muito legal ter a oportunidade de se apresentar com eles”, comemora Gregory.
A próxima participação já está até agendada. Será em Porto Alegre (RS), em setembro.

Apoio da família
A família de Gregory pretende encaminhar o vídeo da apresentação em Tubarão para programas de televisão em rede nacional e tentar conseguir uma parceria com algum cantor de rap ou MC.

* O que é?
O beat box é arte de fazer ritmos com a voz, a boca e a cavidade nasal, emitindo sons percussivos.