Os recentes episódios de aglomeração de público em estabelecimentos comerciais, inclusive com necessidade de intervenção policial, e o aumento do número de casos notificados da Covid-19 levaram o município a planejar medidas mais severas para evitar que a pandemia fuja do controle dos órgãos de Saúde. Nesta quinta-feira (18), em assembleia extraordinária, os integrantes do Gabinete de Gestão Integrada (GGI) optaram por restringir o horário de funcionamento de casas noturnas como bares e restaurantes e tornar obrigatório entre a população o uso de máscara de proteção nas ruas, encaminhamentos que serão levados para a Amurel e comissão de Saúde envolvida com a questão da pandemia.

O GGI é formado pela prefeitura e vários órgãos que atuam diretamente ou indiretamente na área da segurança pública, como Guarda Municipal, Polícia Militar, Polícia Civil, Corpo de Bombeiros, Exército, Ministério Público, Ordem dos Advogados do Brasil (OAB) e Câmara de Dirigentes Lojistas (CDL). A reunião mensal do grupo seria na próxima semana, mas acabou antecipada por conta dos últimos acontecimentos.

Os integrantes entenderam que o município precisa impôr algumas restrições para evitar a pandemia saia de controle. Bares e restaurantes poderão funcionar somente até a meia-noite e todas as pessoas deverão usar máscaras nas ruas. O atual decreto municipal exige o acessório somente no interior de estabelecimentos comerciais e ambientes fechados.

“Os encaminhamentos serão validados em reuniões na Amurel e comissão de Saúde que cuida dos protocolos que envolvem a pandemia. Inicialmente vamos reduzir o funcionamento de horário de bares e outros estabelecimentos que possam ter problemas com aglomerações, mas se percebermos que as pessoas continuarem frequentando esses lugares sem máscaras e os devidos cuidados recomendados poderemos reduzir ainda mais e, eventualmente, até voltar a fechar os locais. Não é a nossa vontade, mas é uma possibilidade que não está descartada”, destaca o prefeito Joares Ponticelli.

A aplicação de alguma penalidade a quem não utilizar máscaras na rua também é um encaminhamento definido pelos integrantes do GGI.