Mais de duas mil famílias em situação de vulnerabilidade social gerada pela pandemia do Covid-19 foram beneficiadas com cestas básicas e kits de higiene e de limpeza adquiridos com recursos próprios da prefeitura. Os repasses foram feitos através da Fundação Municipal de Educação (FME) e da Fundação Municipal de Desenvolvimento Social (FMDS), e ainda com as doações que são realizadas de maneira constante por empresas, entidades e pessoas físicas.

Em um primeiro momento a iniciativa do município direcionava as cestas básicas para a alimentação de alunos cujas famílias são assistidas pelo programa Bolsa Família. Depois, o benefício foi ampliado para aquelas atendidas pelo Cadastro Único e outras que comprovadamente foram prejudicadas com os efeitos do isolamento social.

Via FME foram distribuídas 1.425 cestas básicas que custaram R$ 88 mil. Os recursos vieram de outras fontes de receita da fundação, já que até então não havia meios legais de fazer a compra com recursos da merenda escolar. Somente no último dia 7 é que o Governo Federal sancionou a Lei 13.987 que garante a distribuição dos alimentos da merenda escolar nessa situação.

O repasse de cestas básicas adquiridas diretamente pela FMDS beneficiou 665 famílias. Ainda foi feita a compra de 174 kits de higiene e de limpeza e de fraldas infantis para 12 famílias. O número total de pessoas que receberam todos os produtos é bem maior por conta da mobilização de doações da comunidade, de empresas e de entidades.

“Estamos fazendo tudo que tiver ao nosso alcance para amparar aqueles que primeiro sentem os efeitos dessa pandemia que afeta todo o mundo. Antes do repasse das cestas básicas também suspendemos, em uma ação conjunta, a cobrança das faturas da água por 60 dias para a população de baixa renda. E o tubaronense, mais uma vez dando uma mostra da solidariedade típica da nossa cidade, tem ajudado muito através das doações”, ressalta o prefeito Joares Ponticelli.