Uma mulher de 24 anos e uma menor de 14 foram estupradas na madrugada deste sábado (28/12) no Bairro Fazendinha, Região Centro-Sul de Belo Horizonte, sob ameaça de serem atacadas por pitbulls. As vítimas também sofreram agressões e tiveram o cabelo cortado. 

Segundo informações da Polícia Militar, o autor dos estupros cometeu o crime ao dar carona para as duas mulheres. Ele teria se prontificado a levá-las do Bar do Mariano, no Aglomerado da Serra, até o carro da moça de 24 anos, um Corolla preto com placa de Uberlândia, estacionado nas redondezas do bar. O homem, no entanto, as levou para a residência dele. No local, ele soltou dois cães da raça pitbull para impedir a saída das vítimas e praticou a violência sexual. 

Liberadas ao amanhecer, as vítimas foram até a Boca do Coqueiro, na Serra, relatar o crime ao chefe de uma facção. O líder, porém, teria ordenado a quatro de seus subordinados que espancassem e cortassem os cabelos das duas moças, para intimidá-las a não procurar a polícia. 

Após as agressões, a mulher de 24 anos foi sozinha até a Unidade de Pronto Atendimento (UPA) Leste, onde profissionais de saúde identificaram hematomas por todo o corpo dela, além de ferimentos no nariz e na boca. Medicada, a jovem foi transferida para o Hospital Municipal Odilon Behrens, local em que os agentes da PM foram acionados. Atendida pela equipe de ginecologia, a mulher recebeu alta às 5h36 deste domingo (29/12).

Segundo a PMMG, a corporação realizou diligências nos locais citados no depoimento da vítima de 24 anos em busca do estuprador, dos agressores, da menor de 14 anos, além do Corolla preto, sem sucesso.