Imbituba

A mulher que teve o corpo queimado em Imbituba deverá ser transferida nesta quarta-feira (11) para um hospital com especialidade em queimados, em Joinville ou Blumenau. Atualmente ela está internada no Hospital São Camilo, em Imbituba. Há duas semanas ela sofreu um grave acidente doméstico enquanto fritava salgadinhos para uma encomenda.

Cristiane Pereira Ponciano, de 42 anos, sofreu queimaduras de 1º e 3º grau nas duas pernas. O filho de Cristiane de 7 anos, foi usar a lixeira próxima a mãe e esbarrou em Cristiane, que estava com uma panela quente de óleo. Para o óleo não virar no garoto, ela puxou a panela para si e o produto acabou caindo sobre as suas pernas.

A queimadura de primeiro grau acomete apenas a epiderme, a camada mais superficial da pele. Seus sinais e sintomas são dor intensa, vermelhidão e edema no local. Esse tipo de lesão não produz bolhas na pele, geralmente melhora de 3 a 7 dias, podendo ocorrer descamação da pele no local, sem deixar sequelas. Já a queimadura de terceiro grau provoca destruição total da pele, atingindo a epiderme, derme e anexos cutâneos (pelos, glândulas…), podendo atingir ainda estruturas abaixo da pele, como gordura, músculo, tendões e ossos. A lesão geralmente é ressecada, forma crosta de tecido desvitalizado, que ao ser removida, deixa ferida ulcerada. A cicatrização dá origem a cicatrizes fibróticas,  podendo ocasionar retrações e restrições de movimento.

Desde o ocorrido, a mulher tem feito o tratamento das queimaduras com uma enfermeira particular. Nesta terça-feira ao passar pelo atendimento de um médico, ele a encaminhou para a internação no hospital da cidade portuária.

Com a internação, o esposo de Cristiane, que também é autônomo precisará se afastar de suas funções para cuidar dos dois filhos do casal de 10 e 7 anos. “A situação ficará ainda mais difícil, porque precisamos manter a alimentação das crianças e pagar o básico como energia elétrica e de água. Infelizmente não tive como realizar o tratamento em casa. Fui informada que se a panela caísse no corpo do meu filho provavelmente ele não resistiria”, enfatiza Cristiane.

Ela pretende angariar apenas o necessário para a sua manutenção em um dos hospitais do Norte do Estado e também para a manutenção de sua casa, em Imbituba, já que o esposo é autônomo e ficará com as crianças. As doações podem ser feitas por depósito na conta do esposo de Cristiane.

Dados da conta:

Caixa Econômica Federal
Agência: 1075
Operação: 013
Conta Poupança: 00067626-1
Mario de Souza Ponciano Junior
CPF: 071.018.779-31