Duas histórias de luta pela vida se uniram com final feliz em Caraguatatuba, litoral norte de São Paulo. Silvana Cordeiro de Jesus estava juntando dinheiro para comprar uma peruca – após tratamento de câncer – quando um bode entrou na casa dela e foi se esconder no banheiro.

Mesmo assustada, ela deu água e alface e no dia seguinte postou a foto do bichinho nas rede sociais para tentar achar o dono. Apareceu um homem simples. Ele disse que tinha comprado dois bodes para matar e vender a carne.

“Ele me falou que tinha matado o irmão do bichinho na noite anterior e que estava esperando o bodinho engordar para matar também pra vender a carne. Aí eu implorei pra ele: ‘não mata não’, mas ele saiu arrastando o bode pelo chifre e eu chorando… de repente, o bode escapa e volta pra minha casa. Aí tive a certeza. Ele está lutando pela vida como eu. Peguei o dinheiro que estava juntando para comprar um peruca e comprei o bode.”, contou Silvana.

“Ele queria 250 reais, mas eu só tinha 180 reais. Ele aceitou e eu parcelei o restante”, lembra.

O caso aconteceu esta semana e o bodinho agora faz companhia aos gatos e cachorros que Silvana tem em casa. “Eu achei que tinha ajudado ele, mas foi ele que me ajudou”, disse.

Remissão

Silvana Cordeiro, de 37 anos, é cuidadora de cavalos, mas teve que se afastar do trabalho para tratar um câncer no ovário descoberto há 4 anos.

Por causa da quimioterapia, ela perdeu os cabelos e queria comprar uma peruca, mas nunca dava certo.

“Primeiro eu achei na rua um cachorro com sarna negra. Usei o dinheiro que eu estava guardando para comprar a peruca, cuidei e ele sarou”. Aí comecei a juntar de novo e apareceu o bodinho”, lembra Silvana dando risada…

E todo essa amor pelos animais parece que voltou pra ela em forma de cura.

Silvana acaba de receber notícia de que o câncer está em remissão, ou seja, não tem mais sinais da doença no corpo dela.

E pra ajudar, o post que ela fez sobre o bodinho sensibilizou várias pessoas que doaram perucas.

“A minha postagem foi parar nesse grupo e ganhei a peruca, muitas… umas 4 ou 5. Ainda não recebi. Vão chegar porque as mulheres já pegaram o meu endereço”, conta.

Generosidade

Silvana é mãe de seis filhos. Três de sangue e outros três de coração.

Ela adotou 3 irmãos e que foram justamente as crianças que mais a ajudaram nesse período em que ela fez o tratamento contra o câncer. Agora além das crianças, ela tem o bode para alegrar a casa.

Luta pela vida

Feliz da vida com tudo o que aconteceu, Silvana agradece dizendo: “o bodinho trouxe benção pra minha vida!”.

“Ele sabia que ia morrer. Eu lutei muito pra não morrer. Ele tá lutando pra sobreviver também e a gente vai vencer essa!”, concluiu.