#Pracegover Foto: na imagem há uma perna com uma mordida de um animal
#Pracegover Foto: na imagem há uma perna com uma mordida de um animal

Uma mulher de 39 anos, foi atacada por alguns cães na manhã desta quarta-feira (5), na Orla do Mar Grosso, em Laguna. Cristina da Silva vítima estava fazia sua caminhada quando cinco cães avançaram em sua direção. Ela teve ferimentos na perna direita, próximo à panturrilha.

Cristina recebeu os primeiros socorros na Estratégia de Saúde da Família (ESF) Mar Grosso, em seguida foi encaminhada para a Unidade de Saúde da Carioca, na Cidade Juliana. “Fui encaminhada para este local e foi dado o início do esquema vacinal contra a raiva”, expõe.

Ela registrou um Boletim de Ocorrência (BO) na Delegacia de Polícia Civil de Laguna e posteriormente, foi encaminhada para o Instituto Geral de Perícias (IGP). Cristina é filha do vereador licenciado de Tubarão e atual diretor-presidente da Fundação Municipal de Educação, na Cidade Azul, Maurício da Silva.

A dentista lamentou o ocorrido e destacou que outras pessoas já foram atacadas, porém que o poder Executivo não tomou nenhuma providência para que situações como esta voltem a ocorrer. Estou divulgando no intuito de alertar os veranistas, pois recentemente fui eu, mas amanhã pode ser um idoso ou até mesmo uma criança”, pondera.

Muitos proprietários de animais têm o costume de deixar os seus cães nas ruas durante o dia. Os pets retornam somente à noite para as suas casas. A prática é ilegal, e pode trazer transtornos para o tutor do cão, por exemplo, caso ele venha a morder alguém ou provocar um acidente de bicicleta.

O proprietário do pet poderá responder por omissão de cautela na guarda ou condução do animal. A pena é de 10 dias a dois meses de prisão e multa. O tutor também pode responder por lesão corporal. Além disso, caso a vítima tenha alguma despesa com o acidente, o proprietário do animal deverá arcar com todos os custos.

Ao Jornal Folha Regional, a secretária de Pesca e Agricultura de Laguna, Patrícia Paulino, informou que o município busca identificar os animais para encaminhá-los para lares de passagem. Ela conta que a prioridade da prefeitura é a castração de cães, para diminuir a população de animais de rua.