#Pracegover Na foto, pessoas em volta de um homem sentado em uma cadeira de rodas
Foto: Reprodução

Uma mulher de Sobral, no Ceará, adotou um paciente que não tinha para onde ir depois da alta hospitalar. Ivanildo Gomes, 32 anos, estava no Serviço de Neurologia da Santa Casa de Misericórdia de Sobral há quase três meses, mesmo depois da alta que teve alta há cerca de 40 dias.

O motivo? O paciente vive em situação de rua, e não tinha para onde ir.

Quando soube do Ivanildo, Maria sentiu que deveria ajudá-lo e nesta quinta-feira, 29, foi até ao hospital para levar o homem para sua nova casa temporária.

Maria Sandra disse que ajudar o próximo é uma sensação inexplicável. “Assim que fiquei sabendo da história do Ivanildo senti o desejo de ajudá-lo. Logo organizei os trâmites legais com a instituição, e hoje estou levando ele para minha casa, para ele ter toda uma dignidade de uma recuperação tranquila e confortável, até alguma pessoa da família dele aparecer. O que eu sinto é somente gratidão em poder fazer o bem”, concluiu.

Durante todo esse tempo, o hospital nunca deixou de ofertar assistência até aparecer uma solução para a história do Ivanildo.

Com informações da Santa Casa de Sobral via Só Notícia Boa

Entre em nosso canal do Telegram e receba informações diárias, inclusive aos finais de semana. Acesse o link e fique por dentro: https://t.me/portalnotisul