O motorista Reginaldo Costa Maximiano, 50 anos, que faz a linha de ônibus Criciúma – Balneário Rincão, ganhou a simpatia de seus passageiros, após começar a decorar a frente do veículo com bichos de pelúcia. Ele conta que tudo começou há quase um ano por brincadeira, pegando os bichinhos em uma máquina instalada na Rodoviária de Criciúma.

“Cada um que eu pegava colocava no para-brisas, o cobrador que fazia a linha comigo também, alguns motoristas e cobradores de outras linhas começaram a colaborar, por fim até os passageiros já estavam trazendo”, conta Maximiano e calcula que chegou a juntar mais de 500 bichos de pelúcia. “Hoje ainda peguei mais um”, fala faceiro.

Atualmente são em torno de 60, acomodados no para-brisas do ônibus, muitos deles já foram dados para crianças que estavam no coletivo. “Elas pedem e claro, dou, até porque não deixo acumular para não atrapalhar quando estou dirigindo. Só não me desfaço dos que ganho dos passageiros, pois é uma forma de carinho deles comigo”, fala entre sorrisos.

A estudante, Ana Beatriz, 17 anos, que faz a linha diariamente revela que ajudou a ampliar a coleção. “Já tirei uns três na máquina e fiz minha doação”, revela.

 

Conquistando a amizade 

Ricardo Lucas, trabalhou por quatro meses no “Ônibus dos Ursinhos”, como já está conhecido, junto com o motorista Reginaldo. “Todo mundo conhece só pelos bichinhos. É muito legal”, diz.

Desde quando era motorista de caminhão, Maximiano destaca que sempre buscou ideias diferentes para enfeitar o veículo, agora no ônibus, a proposta é de agradar o usuário. Ele comenta que antes da pandemia, servia balas num potinho que ficava na porta de entrada do coletivo. “

Quem quisesse era só pegar. Eu comprava e ganhava balas dos passageiros para colocar ali. É uma forma de conquistar a amizade do usuário”, finaliza.

 

Entre em nosso canal do Telegram e receba informações diárias, inclusive aos finais de semana. Acesse o link e fique por dentro: https://t.me/portalnotisul

Fonte: Litoral Sul