Foto: Reprodução

Um morador de Brusque suspeito de furtar animais por vários estados do Brasil foi detido na manhã desta quarta-feira, 15. Após a divulgação do caso, o motorista de aplicativo, Leandro Borba, de 37 anos, entrou em contato com jornal O Município e contou detalhes do esquema. Ele afirmou que a mãe do homem detido tinha conhecimento e envolvimento com os furtos.

O suspeito e sua mãe viajaram com Leandro através do aplicativo. Durante o trajeto, a dupla pediu o contato do motorista para realizar viagens longas. Ao todo foram três corridas feitas por fora do aplicativo, que deixaram um prejuízo de R$ 3 mil para Leandro.

A primeira viagem feita percorreu as cidades de São João Batista, Nova Trento, Canelinha, Tijucas e finalizou em Balneário Camboriú. Conforme o motorista, nas quatro primeiras cidades a dupla buscou um animal, sendo todos entregues em um canil no último município visitado naquela manhã.

No período da tarde, mãe e filho pediram para o motorista dirigir até Joinville, Jaraguá do Sul e Blumenau. Leandro revela que não descia do veículo e não sabia que os negócios eram ilegais. Em todos os destinos a dupla entrava com animais. Ao todo, foram cerca de 800 quilômetros percorridos.

No destino final, na hora do pagamento, o cartão não passou. Mesmo assim, Leandro fez outras duas viagens para a dupla, com a garantia de que receberia através de um benefício que a mãe do detido iria receber. “Eles são muito bons de papo. Eles enrolam muito”, disse.

Leandro ainda conta que em sua última viagem feita para a dupla precisou sair correndo da última parada feita em Blumenau. A mãe do suspeito teria entrado no carro afirmando estar com muita dor de barriga e pediu para ir rápido até o posto mais próximo. O motorista não suspeitava que um filhote de cachorro tinha sido furtado.

Atualmente Leandro está residindo no estado de Mato Grosso do Sul, mas afirma que se necessário testemunha para a Polícia Civil sobre as ações da dupla.

*Com informações de O Município