O balanço da epidemia provocada pelo novo coronavírus chegou a dois mil mortos na China continental, depois que as autoridades da província de Hubei (centro), epicentro da crise, anunciaram na quarta-feira (noite de terça, 18, no Brasil), outros 132 óbitos.

 

Em sua atualização diária, a comissão provincial de saúde também reportou 1.693 novos casos de contágio, o número mais baixo da semana. Com o novo balanço em Hubei, o número de infecções na China continental chegou a pelo menos 74.000. 

 Fora da China continental foram registrados cerca de 900 casos de contágio e cinco mortos em 30 países. 

Citando um estudo realizado pelo Centro de Controle e Prevenção de Doenças da China, com uma amostra de 72.000 pessoas, o diretor da Organização Mundial da Saúde (OMS), Tedros Adhanom Ghebreyesus, afirmou na segunda que mais de 80% dos pacientes sofrem uma forma muito leve da doença.

Segundo este estudo, até os 39 anos, a taxa de mortalidade do COVID-19 permanece muito baixa, de 0,2%, e aumenta gradualmente com a idade.