Morre em Imbituba o Diácono Virgílio Brescianini, aos 95 anos

Foram 51 anos de Ordenação Diaconal, 44 deles foi na paróquia de Imbituba. O velório será a partir das 8 horas deste sábado (12), na Igreja Matriz.

Morreu na tarde desta sexta-feira em Imbituba o Diácono Virgílio Brescianini, aos 95 anos. De acordo com a família o Diácono morreu dormindo, vítima de um infarto.

O velório será a partir das 8 horas deste sábado (12), na Igreja Matriz Nossa Senhora Imaculada Conceição, em Imbituba. A celebração será às 10h30 e será presidida pelo  bispo diocesano Dom João Francisco Salm.

A celebração será restrita aos familiares, padres e diáconos e  amigos mais próximos seguindo as recomendações das autoridades e órgãos de saúde por conta da pandemia.

O Diácono Virgílio Brescianini nasceu em Romano de Lombardia, Itália, em 15 de janeiro de 1925. Foi casado com Maria Alves Brescianini, era pai de três filhos, avô de seis netos e dois bisnetos. Foram 51 anos de ministério, destes, 44 anos na paróquia de Imbituba.

Padre Sérgio Gomes disse que o diácono Virgílio era conhecido e amado pelos católicos da paróquia. Ano passado foi celebrado com ele e com seus familiares os 50 anos de Ordenação Diaconal.
“Como missionário dedicado, levou a Palavra de Deus à toda região. Inicialmente evangelizava não somente em Imbituba, mas em Imaruí e Laguna também. Em Imbituba ajudou a formar comunidades de fé, foi presença determinante na vida das pastorais, marcou presença na vida das pessoas através dos casamentos, celebrações e batizados que celebrava.  Lamentamos a morte de nosso querido diácono, mas ao mesmo tempo agradecemos a Deus por termos tido a oportunidade de conviver com esse nosso irmão na fé. A fé cristã nos faz acreditar que a morte não é o fim, mas sim o nascimento para a vida eterna. Cremos na ressurreição em Cristo, e ao mesmo tempo nos solidarizamos com todos os familiares e amigos do nosso querido diácono Virgílio”, disse Padre Sérgio.