O cineasta e jornalista Arnaldo Jabor, de 81 anos, morreu na madrugada desta terça (15) em São Paulo. Ele estava internado desde o dia 16 de dezembro do ano passado no Hospital Sírio-Libanês, por complicações de um acidente vascular cerebral (AVC) agudo isquêmico.

Nascido no Rio de Janeiro, em 1940, Arnaldo Jabor tornou-se conhecido como diretor de filmes fundamentais para o cinema brasileiro, como Toda Nudez Será Castigada, mas também trabalhou como técnico de som, crítico teatral, roteirista e colunista de jornais e televisão.

Entre em nosso canal do Telegram e receba informações diárias, inclusive aos finais de semana. Acesse o link e fique por dentro: https://t.me/portalnotisul

Fonte: Correio do Povo