O tubaronense Benício Mendes Joaquim, de 1 ano e 10 meses, morador do bairro São João ME, luta desde que nasceu para superar uma malformação na coluna chamada mielomeningocele ou espinha bífida aberta. Com 24 semanas de gestação, a doença foi descoberta.

De lá para cá, a batalha da família é imensa para poder arcar com todos os gastos com tratamentos, já que a mãe Tainara Mendes Caetano, 26 anos, e o pai Leandro Pereira Joaquim, 28, também têm Natally Vitória Mendes Joaquim, de 6 anos, e Alícia Mendes Joaquim, de 15 dias.

No primeiro dia de vida, o pequenino passou por uma cirurgia para corrigir a coluna. Em função disso, o garotinho teve hidrocefalia. Após uma semana de vida, outra batalha a ser vencida. Um novo procedimento cirúrgico para a colocação de uma válvula. Ufa! Mais uma vitória!

Mas, por causa do problema na coluna, o pequeno tem bexiga e intestino neurogênico. Enfim, é uma luta constante da família para dar condições melhores de saúde ao garotinho, que, mesmo em meio ao que a vida lhe desafiou, nunca perde a alegria e o sorriso estampados no rosto.

Uma luta constante
“Benício continua fazendo as fisioterapias com as doações que recebemos, mas o dinheiro está acabando. Hoje só o meu marido trabalha como vendedor em uma transportadora. Antes ele ainda conseguia fazer duas vezes na semana, agora diminuímos para um, pois não conseguimos manter”, conta a mãe de Benício.

Tainara diz que tenta compensar com atividades em casa para fortalecer as pernas do filho, que não pode ficar sem esse tipo de tratamento.

Uma órtese urgente!
“Ele também usa uma órtese nós pés, que está pequena, e precisa ser trocada nesta quarta-feira. Ele vai tirar a medida e custa em torno de R$ 2 mil. Não temos condições de arcar com as fisioterapias e a órtese, que meu filho não pode ficar sem, pois não tem movimentos nos pés e pode entortar. É a órtese que o ajuda a manter o equilíbrio. Estamos desesperados por ajuda”, suplica a mãe emocionada.

Se já estava difícil, com a crise do coronavírus…
A angústia da família é muito forte. “Eu como mãe, fico muito preocupada em não poder pagar os tratamentos que ele precisa, já entramos na justiça, mas ainda não tivemos nenhum retorno. Meu sonho é vê-lo andar, poder brincar com as irmãs. Ainda mais nesse tempo de coronavirus, estamos muito aflitos, pois meu marido ficou alguns dias sem trabalhar, o que afetará no salário.

Você pode ajudar na compra da órtese!

Banco do Brasil
Conta corrente: 230518-6
Ag:0201-1
Benício Mendes Joaquim
CPF: 142.340.049-60