Lily Farias

Balneário Arroio do Silva

O que você faria se um menino de 9 anos batesse em sua porta oferecendo o próprio tênis em troca de comida? Se a sua reposta foi “dar comida sem pegar o calçado”, é a mesma de todos que já ajudaram o pequeno João Vítor de Oliveira, de Balneário Arroio do Silva.

A história veio à tona após a missionária Liliane de Jesus, receber João Vítor na sua casa para fazer a “negociação”. A jovem de 36 anos, que já trabalha há anos ajudando famílias com dificuldades, ficou comovida com a atitude do menino e resolveu fazer um vídeo para publicar nas redes sociais. 

Nas imagens Liliane aparece conversando com o menino e pergunta para ele por que ele vai nas casas tentar trocar o tênis por comida. João Vítor responde que a família passa dificuldade e não tem o que comer.

 A intenção, de acordo com Liliane, é fazer o vídeo chegar ao maior número de pessoas na tentativa de ajudar a família. 

“DORME QUE A FOME PASSA”

João Vitor mora no bairro Pescador com os pais e mais 6 irmãos. A família é do Rio Grande do Sul e veio para Santa Catarina há cerca de dois meses. A mãe trabalha como catadora de material para reciclagem e o pai começou a trabalhar nesta segunda-feira (2). 

Liliane foi até à casa da família e conversou com a mãe de João Vítor, Fabiana Oliveira, que contou já ter mandado os filhos dormirem para parar de sentir fome. 

Emocionada, Fabiana conta que não tinha ideia de que o filho saía para pedir comida na rua. No vídeo a mãe mostra que faz achocolatado com água porque não tem dinheiro para comprar leite.

A REALIDADE É AINDA MAIS DURA

Além das dificuldades financeiras, a família tem que enfrentar outros dois grandes problemas. Nos últimos dias Fabiana tem sentido dores no seio por conta de um nódulo, e isso tem causado mal estar a ponto de não conseguir sair catar material para reciclagem. 

Dos 7 filhos, 5 estão matriculados. João Vitor e outro irmão não conseguiram vaga na escola.

E agora a família precisa encontrar um lugar para morar. De acordo com Liliane, a casa onde eles moram atualmente é emprestada. Agora o dono quer de volta para ter a oportunidade de alugar no verão. A família recebeu ordem de despejo e deve sair até começo de janeiro. 

SEMPRE HÁ ESPERANÇA

Para que a família tenha um Norte, um vizinho doou um terreno para que eles possam construir a casa própria. Agora Liliane pede ajuda para arrecadar dinheiro para iniciar a obra.

Ela também conta com a doação de alimento, roupa, calçado, material escolar, produtos de higiene. 

Como a família não tem celular para contato, a ponte é Liliane. Quem quiser ajudar com qualquer contribuição o telefone é 48 9 9680.8181 – Balneário Arroio do Silva

http://www.youtube.com/watch?v=Jp6unrcxZ6U