Uma tragédia acometeu a família do pequeno Gabriel dos Santos Teixeira, de 11 anos. O menino foi baleado na noite dessa quinta-feira (7), em Planaltina, no momento em que voltava da aula de futebol.

O menino, que foi atingido no peito, ainda conseguiu chegar no quintal de casa, onde jogou as chuteiras e caiu na frente da mãe. Com a ajuda de um vizinho, Gabriel foi socorrido e encaminhado ao Hospital Regional de Planaltina (HRP), mas não resistiu aos ferimentos.

Em depoimento, a mãe da vítima disse que estava no interior do lote, indo para o portão, e presenciou o crime.

Segundo ela, a criança estava em um grupo de crianças que retornava do campo de futebol. Pouco depois, viu duas pessoas a bordo de uma motocicleta parecida com uma HONDA/CG descendo a rua. Em seguida, flagrou o passageiro apontar uma arma em direção ao grupo, que vinha em direção contrária.

Até a tarde desta sexta-feira (8), ninguém havia sido preso. Ainda não se sabe o que motivou a ação.

Testemunhas disseram que o irmão de Gabriel, também menor de idade, cumpre medidas socioeducativas em uma unidade de internação do DF.