Maria Elisa Zumblick espera que na reunião de hoje à noite, haja uma solução definitiva quanto a estrutura do CMC
Maria Elisa Zumblick espera que na reunião de hoje à noite, haja uma solução definitiva quanto a estrutura do CMC

Angelica Brunatto
Tubarão

 
A situação do Centro  Municipal de Cultura – Museu Willy Zumblick, em Tubarão, será pauta da sessão da câmara de vereadores de Tubarão hoje. A intenção é apresentar soluções aos problemas estruturais do prédio, localizado na praça Walter Zumblick, no centro da cidade.
 
Há pelo menos um mês, a família do artista plástico pede mais cuidados com as obras de Willy. Telas e estatuetas sofrem com a falta de climatização, iluminação inadequada e infiltrações. “Desde o mês passado não houve mais conversas. Apenas algumas telas foram trocadas de lugar. Esperamos que amanhã (hoje) haja soluções práticas”, pede a filha do artista, Maria Elisa Zumblick.
 
Segundo o vereador Deka May (PP), será apresentado a possibilidade de construir um novo espaço com o mesmo valor que seria aplicado na reforma do atual prédio. O orçamento para recuperar o espaço fechou em aproximadamente R$ 5 milhões. 
 
“Uma das ideias é levantar este novo espaço no terreno da Arena Multiuso”, antecipa Deka. Outra sugestão apontada pelo vereador é transformar a casa onde o artista morava em uma espécie de museu.
 
“Além de expor as obras do nosso Willy, o espaço poderia ser utilizado como centro de artes, com aulas de pintura e música, por exemplo. Uma coisa é certa: o valor das obras de Willy não pode se perder com mofo”, defende Deka. 
 
Além de Maria Elisa, que representará a família, o encontro reunirá ainda o presidente da fundação de cultura e esporte de Tubarão, Luiz Ernani Büerger, o secretário de desenvolvimento econômico, Celso Meneghel, a diretora de cultura e esporte, Alba Lígia Koenig Pires, e a secretária de gestão, Vera Lúcia Rufino.
 
Áreas de lazer e cultura
Desenvolver a cultura de Tubarão. Esta é a ideia do vereador Deka May (PP). Caso seja construído um novo museu, a intenção do parlamentar é que prédio do centro Municipal de Cultura, no centro da cidade, seja demolido. “Com isso a praça ficaria mais bonita. Quando o meu pai (o ex-prefeito Paulinho May) construiu aquele espaço, nunca imaginou um museu ali”, recorda.
 
Centenário de Willy
A reforma do museu Willy Zumblick, no centro de Tubarão, deve ser umas das ações que marcarão o centenário do artista, que será comemorado em setembro do próximo ano. Pelo menos esta é a intenção da família. O estado do Centro Municipal de Cultura (CMC) é precário. No mês passado, uma obra do artista tubaronense teve de ser retirada do local por causa das infiltrações. Construído em 2000, o CMC abriga 72 telas de Willy. Todas de valor incalculável.