Um médico do SUS, do interior do Rio de Janeiro, recebeu pacientes surdos neste fim de semana e para surpresa de todos, ela sabia se comunicar na Língua Brasileira de Sinais e fez o atendimento em Libras.

“Eu aprendi [Libras] na igreja quando era mais novo. Tinha sempre um intérprete nos cultos. Eu achava aquilo o máximo e fui aprendendo aos poucos”, contou o médico Fred Nicário ao SóNotíciaBoa.

Ele conta que não é fluente na Língua Brasileira de Sinais, mas se vira bem: “Na faculdade que eu fiz, tinha a matéria de LIBRAS efetiva na grade curricular e eu fiz também porque me interessava”, lembra.

E o que ele aprendeu na adolescência e na faculdade foi colocado em prática, meio que no susto, durante o atendimento deste domingo na cidade de Italva, no interior do Estado.

Alegria

Fred conta como foi a alegria da paciente ao perceber que o médico estava realmente entendendo a dor dela,

“Foi incrível ver nos olhos deles o brilho e a expressão de felicidade ao ver que o médico do lado de cá estava literalmente entendendo a sua dor. É gratificante demais poder trabalhar de forma inclusiva, garantindo a dignidade do outro”, escreveu Fred no Instagram.

“É muito bom para ser capaz de mudar a vida de pessoas. Seguimos firmes. Representatividade, acessibilidade e inclusão importam muito sim!”, concluiu.