A Tubarão Saneamento realizou, neste sábado (17) e domingo (18), manutenção na rede de coleta de esgoto na Rua Padre Bernardo Freuser, no Centro de Tubarão. O trabalho foi necessário por conta de uma obstrução na rede, causada pelo acúmulo de resíduos domésticos descartados de forma irregular, além de um rompimento, que facilitou a entrada de material asfáltico.

A referida rua já é beneficiada com sistema de coleta e tratamento de esgoto desde julho de 2020 e, só no último mês, precisou ser desobstruída por seis vezes. Nessas oportunidades, o problema foi causado por instalações residenciais irregulares, com o descarte de gordura direto na rede de esgoto, além do descarte de lixo em sanitários.

Antes de abrir o asfalto, a Tubarão Saneamento realizou um processo de sondagem, com o apoio de uma câmera de inspeção de duto, que identificou objetos pontiagudos. “O procedimento agilizou o tempo da manutenção após a abertura da vala, identificando o tipo de material encontrado, oferecendo mais informações para a equipe definir a melhor abordagem”, explicou o diretor da Concessionária, Marcelo Fernandes Matos.

“Com todas as informações precisas, o trabalho pôde ser executado durante o fim de semana, enquanto o fluxo de veículos é menor, minimizando o impacto para os moradores locais e quem precisa trafegar pela região. Nesta segunda-feira (19), já realizamos a pavimentação provisória. Já a pavimentação definitiva será executada nesta terça-feira (20)”, completa o diretor.

Ainda, segundo a Concessionária, esse tipo de manutenção emergencial pode ser evitada com o uso correto do sistema de esgoto. “Os resíduos do banheiro (chuveiro, pia e vaso sanitário), da lavanderia (tanque e máquina de lavar), cozinha e área de churrasco (após passar pela caixa de gordura), devem estar conectados na rede de esgoto. Já a água da chuva ou de piscinas, devem ser direcionadas para a drenagem pluvial. Os resíduos sólidos (lixo orgânico, não reciclável ou reciclável) o destino correto é a coleta de lixo seletiva ou comum”, explica.

No caso de esgoto não-doméstico, o estabelecimento deve, obrigatoriamente, contar com uma retentora de areia e graxa, aprovada previamente pela Concessionária. Por exemplo, garagens, oficinas, postos de serviço e de abastecimento de veículos e de outras instalações nas quais são realizadas atividades de lavagem, lubrificação e outros serviços.

“É importante destacar que só podem ser conectadas na rede as unidades consumidoras autorizadas por meio de comunicado na fatura mensal. Depois de realizar o processo de ligação, é necessário que a Central de Atendimento da Tubarão Saneamento seja informada, pelo 0800 648 9596, WhatsApp (48) 99168 5827 ou no site tubaraosaneamento.com.br”, completa o diretor Marcelo.

 

Fonte: Assessoria de Comunicação

Entre em nosso canal do Telegram e receba informações diárias, inclusive aos finais de semana. Acesse o link e fique por dentro: https://t.me/portalnotisul