#PraCegoVer Na foto, uma casa construída às margens de um rio, corre o risco de desabar depois que parte da encosta desmoronou
Parte da casa já está com a fundação praticamente dentro do Rio Capivari. Os moradores, um casal, precisaram ser removidos e não poderão retornar ao imóvel, que pode desabar a qualquer momento - Foto: Defesa Civil de Capivari de Baixo | Divulgação

A Defesa Civil de Capivari de Baixo segue com trabalho de intenso de vistoria e monitoramento das áreas mais atingidas pelas cheias do Rio Capivari e Tubarão na última semana. O bairro mais atingido no município foi o Santo André. No fim da noite deste domingo, um novo desbarrancamento da margem do manancial fez com que o casal de moradores precisasse deixar o local às pressas. A casa, na Rua Vandio Mario da Silva, corre risco iminente de desabar. Assim que perceberam o problema, o casal acionou o Corpo de Bombeiros Militar. A Defesa Civil também foi chamada e isolou a área. Na manhã desta segunda-feira, o coordenador local da Defesa Civil, Adilson Pacheco, voltou ao ponto e confirmou que parte da casa já está comprometida.

Mesmo que não ocorram novos desmoronamentos da encosta, o imóvel não poderá ser novamente habitado. A Secretaria de Desenvolvimento Social da Prefeitura também esteve no local nesta manhã. Em frente da casa existe outra habitação, do filho da mulher. Ela está abrigada ali por enquanto. “Ela quer que a Prefeitura arrume a casa, mas no momento é algo que não temos condições de fazer. Oferecemos o aluguel social e também auxílio com cestas básicas, roupas e outras coisas, mas eles recusaram. Se qualquer forma, vamos continuar a acompanha-los e, caso a situação mude, já realizamos um mapeamento e mapeamos um imóvel, mas em outro bairro, onde poderemos aloca-los dentro do programa aluguel social”, destaca o secretário de desenvolvimento social, Valtemir Aguiar Feliciano, o Temica.

Fonte: Corpo de Bombeiros Militar de Capivari de Baixo, Defesa Civil local e Secretaria de Desenvolvimento da Prefeitura
Edição: Zahyra Mattar | Notisul

Entre em nosso canal do Telegram e receba informações diárias, inclusive aos finais de semana. Acesse o link e fique por dentro: https://t.me/portalnotisul