Como previsto pelos meteorologistas e Defesa Civil, a maré subiu e a ressaca atingiu as praias de Laguna, no litoral Sul de Santa Catarina, na tarde desta quarta-feira (8). A maré alta ultrapassou as faixas de área e chegou na avenida. No último sábado, o fenômeno climático ocorreu na Praia do Farol, também na Cidade Juliana e Imbituba.

O fenômeno foi provocado principalmente pelo vento forte e persistente do quadrante sul que empilha água na costa, e pela influência da lua cheia (maré de sizígia). O mar ficou agitado devido à passagem de um ciclone extratropical pelo litoral da Argentina e Uruguai, causando ondas de Sudeste/Sul e picos de 3 a 4,5 metros.

Em suas publicações a Epagri/Ciram recomendou especial atenção para os horários e locais próximos a desembocaduras de rios, Rodovia Diomício Freitas, Centro de Eventos – CentroSul, avenida da Saudade, praias do Sul da Ilha de Santa Catarina, Avenida Atlântica de Balneário Camboriú, Barra Velha, Araranguá, Laguna, Itajaí, Joinville, entre outros.