Mais um passageiro recebeu alta hospitalar e cinco feridos no acidente entre um ônibus e uma carreta na BR-470, em Ibirama, no Vale do Itajaí seguem internados em estado considerados estável em hospitais da região, conforme a último boletim da empresa Viação Catarinense da manhã desta segunda-feira (29). Quatro pessoas morreram na colisão e 16 chegaram a ser hospitalizadas.

A batida ocorreu no km 119 da BR-470, por volta das 11h de sábado (27), na Serra São Miguel. Segundo a Polícia Rodoviária Federal (PRF), a carreta estava na descida da serra e fez uma curva à direita, quando o reboque fez um “L” e invadiu a pista contrária, atingindo o ônibus.

Segundo a empresa, o passageiro que foi liberado do hospital é um homem. A idade e de onde a vítima partiu para a viagem não foram informados.

Registro e investigação

As informações que envolvem o acidente ainda são analisadas para a conclusão do registro da PRF. O órgão afirmou nesta segunda-feira que pretende encaminhar o boletim da ocorrência para a Polícia Civil até o final desta semana. A partir disso, a polícia deve assumir as investigações que devem apontar se houve registro de velocidade incompatível com o trecho por parte dos veículos, falha mecânica ou outras causas.

A sinalização no trecho, em que ocorreu a colisão, indica 60km/h. Até fevereiro, havia um radar fixo poucos metros antes da curva, mas o aparelho foi desativado pelo Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes (Dnit) em fevereiro.

Ainda de acordo com a PRF, o motorista da carreta foi submetido ao teste de alcoolemia, que apresentou o resultado negativo.

O condutor do ônibus, Gilberto Pereira Antunes, de 41 anos, não resistiu aos ferimentos e morreu no local. “A Viação Catarinense está à disposição das autoridades para esclarecer as causas do acidente”, informou a empresa.

Mortos

Além do motorista do ônibus, foram confirmadas as mortes das passageiras Gesebel Terezinha Schmidt, 51 anos, Salete Aparecida Schemes, 62 anos, e Edileuza Vieira de Souza, de 69 anos.

Acidente

O ônibus fazia a linha Joinville/Lages e transportava 26 passageiros, conforme a empresa de transporte. Os outros passageiros receberam atendimento e foram liberados no local, conforme a empresa.

O condutor da carreta, com placas de São Paulo, não se feriu. As causas do acidente ainda são investigadas. A pista chegou a ficar totalmente bloqueada após o acidente. Houve formação de longas filas. Por volta das 17h, o trecho foi totalmente liberado pela PRF.