#Pracegover Foto: na imagem há o rosto de uma pessoas e um mão com luva azul
#Pracegover Foto: na imagem há o rosto de uma pessoas e um mão com luva azul

A Policlínica e as 32 Unidades Básicas de Saúde de Tubarão estarão equipadas com o teste de antígeno para Covid-19 a partir desta quarta-feira (10). De forma rápida, o exame é realizado para identificar a presença do coronavírus em pessoas com suspeita da doença, excepcionalmente, entre o terceiro e sétimo dia de sintomas. “É porque ele é capaz de detectar a proteína do nucleocapsídeo viral do SARS-CoV-2”, explica a enfermeira da Fundação Municipal de Saúde (FMS), Chaiana Marcon.

Com a situação crítica e preocupante vivenciada no município, a medida foi adotada para colocar em isolamento, de forma mais rápida, os pacientes positivos para o vírus. E diante da superlotação dos leitos de UTI e enfermaria, o diagnóstico precoce é fundamental. “Assim, vamos ter um maior controle da doença, já que a pessoa não ficará aguardando tanto pelo resultado do exame”, ressalta Chaiana. É possível obter a resposta da presença do vírus ativo ou não em 15 minutos.

Deu positivo, e aí?

Quem for comprovado que está com Covid-19 através do teste de antígeno será encaminhado para outro tipo de exame: o PCR. Considerado o “padrão ouro” ou “padrão de referência”, o RT-PCR é o exame que busca detectar o RNA do vírus através da amplificação do ácido nucleico pela reação em cadeia da polimerase. As amostras são coletadas através de swabs (cotonetes) de nasofaringe (nariz) e orofaringe (garganta). “É através desse processo que o Laboratório Central de Saúde Pública (Lacen) consegue monitorar os casos de cepas variantes.

O que é cepa?

É uma variante ou um grupo de variantes dentro de uma linhagem que já se comportam um pouco diferente do vírus original da Covid-19.

Quem pode realizar o teste de antígeno?

Conforme destacou a gerente da FMS, Chaiana, o exame estará disponível somente para as pessoas que tenham dois ou mais sintomas característicos da doença. São eles: febre, tosse seca, cansaço, dores e desconfortos, dor de garganta, de cabeça, perda de paladar ou olfato, e/ou ainda diarreia, conjuntivite, dificuldade de respirar ou falta de ar, dor ou pressão no peito. “Nós não realizaremos esse tipo de teste com o paciente assintomático”, reforça a enfermeira.

Entre em nosso canal do Telegram e receba informações diárias, inclusive aos finais de semana. Acesse o link e fique por dentro: https://t.me/portalnotisul