Obras de terraplenagem e execução das obras-de-arte especiais seguem na SC-407
Obras de terraplenagem e execução das obras-de-arte especiais seguem na SC-407

 

Zahyra Mattar
São Martinho
 
São Martinho e Imaruí estão ligados pela fé, literalmente. Os limites das duas cidades é feito justamente nas comunidades onde a religiosidade está inserida de forma profunda. Do lado de São Martinho, está Vargem do Cedro, conhecida nacionalmente pelo potencial turístico e por ser a “Capital das Vocações”.
 
Do lado de Imaruí, está São Luís, comunidade onde a beata Albertina Berkenbrock nasceu e morreu em defesa de sua honra. Por conta da fé, cerca de 12 mil pessoas buscam a bênção de Albertina por mês. 
 
O 1,2 quilômetro de asfalto da SC-407, que liga o centro de São Martinho a Vargem do Cedro, está concluído. A obra de pavimentação agora prossegue, com os trabalhos de terraplenagem e obras-de-arte.
 
“Os últimos dois meses foram muito difíceis em função do excesso de chuva. Mas agora, com o período de predomínio de sol, o serviço deve evoluir rapidamente. São 7,6 quilômetros de pavimentação da SC-407 que até dezembro deverão estar prontos”, valoriza o secretário de desenvolvimento regional em Braço do Norte, Gelson Luiz Padilha.
 
No total, o investimento, feito exclusivamente pelo estado, está orçado em R$ 7.268.098,58. Até o momento, foram gastos R$ 870 mil. Além da pavimentação, é prevista a construção de um memorial, com aproximadamente 500 metros quadrados de área, próximo ao local onde Albertina foi assassinada, em 1931. Hoje, no local, existe uma pequena capela onde estão depositados os restos mortais da beata.