Tubarão

Apesar de um sábado e domingo  com temperaturas mais amenas, a trégua do calorão durou pouco. Se você já estava achando que as temperaturas estavam altas no início da semana passada, prepare-se para os próximos dias!

A Estação Meteorológica Climaterra e a Epagri/Ciram, indicam temperaturas máximas extremamente altas para toda Santa Catarina. Com a massa de ar quente e úmido atuando pelo Estado, a previsão aponta para chance de temporais (chuva, forte, granizo e ventania com algum transtorno) em alguns pontos de SC, destacando exclusivamente o Oeste e Sul.

Por se tratar de chuvas muito mal distribuídas, algumas cidades vão passar com pouca chuva ou sem nenhum registro. Em pontos do Baixo Vale do rio Uruguai, no Extremo-Oeste, Baixo Vale do rio Itajaí e Litoral (especialmente o Sul), as temperaturas devem chegar aos 40ºC, ou até mais.

Previna-se

Na estação mais quente do ano, aumentam as atividades realizadas ao ar livre. Além disso, a radiação solar incide com mais intensidade, aumentando o risco de queimaduras e surgimento de pintas que podem desencadear o câncer de pele. Geralmente, pintas, sardas ou sinais surgem por dois fatores: herança genética e excesso de sol. Uma grande exposição aos raios solares pode causar câncer de pele.

Segundo o médico dermatologista José Jabur da Cunha, algumas pessoas são mais suscetíveis à doença do que outras. Um dos fatores que fazem diferença é a cor da pele. “Indivíduos com predisposição genética e aqueles com a pele, os cabelos e olhos muito claros acabam desenvolvendo mais pintas no decorrer da vida por tolerarem pouco a exposição solar. Com isso, têm mais risco de câncer de pele”, explica.

Existem alguns tipos de tumor. O mais agressivo é o melanoma. Nas fases iniciais, ele se parece com uma pinta comum, mas, ao se desenvolver, assume características bem diferentes. “É por causa do melanoma que nós, dermatologistas, estamos sempre de olho nas pintas, porque o tumor, quando em fase inicial, se parece muito com uma, mas na verdade não é. Para diferenciar uma coisa da outra é que deve ser feito o exame dermatológico com regularidade e, quando necessária, uma biópsia”, ressalta o Jabur, que é especialista em câncer de pele.

No entanto, o câncer de pele não é exclusividade das peles mais claras; morenos e negros também correm risco. Em pessoas de pele negra, o melanoma aparece mais frequentemente nos pés e nas mãos. “Muitas vezes é uma mancha escura ou preta que aparece nos dedos ou na região palmar e plantar e vai crescendo com o passar dos anos”, informa o médico.

Evitar situações que podem gerar exposição solar excessiva é o melhor remédio.