As equipes que fazem parte da força-tarefa para fiscalização do decreto da quarentena fizeram nesta quarta-feira (22), uma maratona para averiguar mais de 100 denúncias de possíveis irregularidades. Parte das ocorrências não se confirmou, mas os fiscais constataram vários estabelecimentos que funcionavam normalmente e outros que mantinham as portas fechadas, porém com atendimento interno irregular por não se tratar de serviço considerado essencial. Oito multas foram aplicadas pelo descumprimento do decreto.

Ao final do dia, a força-tarefa contabilizou 102 denúncias, todas averiguadas por integrantes da Fundação Municipal de Meio Ambiente (Funat), Procon, Defesa Civil, Vigilância Sanitária, Guarda Municipal, Procuradoria Jurídica, Polícia Militar, Polícia Civil e Corpo de Bombeiros. As pessoas envolvidas – proprietários, funcionários, clientes e fornecedores – receberam orientações a respeito das determinações do decreto e se comprometeram a segui-las. Em seis dias de trabalho já são 728 denúncias.

Na noite de terça-feira (21), a força-tarefa atuou nos tradicionais pontos de caminhada na beira-rio para acompanhar a movimentação de pedestres e praticantes de esportes e exigir o uso da máscara de proteção e evitar aglomerações.

Entre em nosso canal do Telegram e receba informações diárias, inclusive aos finais de semana. Acesse o link e fique por dentro: https://t.me/portalnotisul